segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

A Hospedeira

Hoje vim falar desse um livro que me surpeendeu, Tudo começou quando minha prima Cintia me emprestou esse livro dizendo que eu Tinha que Ler! e que era muito bom! peguei o livro e enrrolei bastante pra começar, o tema não tinha me chamado atenção, muito menos a sinopse me atraiu, ouvi pessoas falando mal do livro, então demorei pra começar, quando enfim começei.. não entendi NADA! tava boiando nos primeiros capítulos.. aí desanimei..mas acabei decidindo continuar.. aí logo o livro começou a fazer sentido e fui entender a parada.. até voltei uns capítulos aí sim consegui entender a narrativa dos primeiros capítulos.. e começei a me interessar, e foi ficando interessante, inteligente, legal, até que chegou a um ponto que me vi não conseguindo mais largar o livro! haha.

 
Vou fazer uma breve descrição pra vocês:
Os "alienigenas" vêem a atual situação de violência e corrupção da Terra, como uma situação degradante, então decidem "possuir" todos os humanos para poder pacificar a Terra, entrando no corpo dos humanos e tomando controle da situação e tornando a Terra num lugar de paz e sem brigas e doenças. Porém um grupo de humanos conseguem sobreviver ao "ataque" e se refugiar em uma caverna no deserto, mas uma parente desses humanos refugiados, que foi capturada e possuida pelos alienigenas, consegue se manter viva mesmo estando possuida, e convense "sua alien" a ajuda-lá a procurar onde esses parentes estão... a partir daí vocês não tem ideia de onde elas vão se meter.. aí já não posso mais contar senão perde a graça! hehe

Leia A Hospeira

2 comentários:

c i n t i a disse...

Hahaha! Que bom que vc não desistiu!
Realmente é um livro muito legal. Stephenie conseguiu criar uma narrativa muito louca e envolvente, ne?
No meio da leitura, eu nem achava mais os aliens "do mal", eles apenas querem melhorar as coisas pelo mundo afora (muitos outros planetas além do pequenino azul chamado terra... hehe!)

Bjs!!!!!

★★ GIZA ★★ disse...

EU TAMBÉM ME ENROLEI TODA NOS PRIMEIROS E ACABEI ABANDONANDO O LIVRO...
BEIJOS